+55 (11) 95619-7592
+55 (11) 3258-4893

Missão Cumprida! Como enfrentar com chances maximizadas de sucesso o seu Desafio Estratégico

desafio-estrategico

Ontem, após encerramento da semana imersa em LS- Leading Strategically no CCL- Center for Creative Leadership, campus em Colorado Springs- CO- USA, voltamos ao Monte Manitou(1) para subi-lo até o topo. Éramos eu e mais três companheiros- um americano, um escocês, e outro cidadão americano de origem queniana.

Todos nós quatro queríamos muito chegar até o topo, e acreditávamos que pudéssemos- as vistas espetaculares ao longo da subida e do topo, o sabor indescritível do inusitado e a satisfação imensa da superação e da conquista nos motivavam.

Contudo, estávamos preparados?

Como no metafórico caso do Monte Manitou, todos queremos chegar aonde almejamos em qualquer tipo de empreitada que tenhamos decidido abraçar e enfrentar.

Contudo, via de regra, achamos que apenas o desejo profundo e o ímpeto que ele enseja sejam suficientes para nos levar a bom termo e cumprir a missão.

Erramos ao adotar esta atitude, visto que a força às vezes explosiva do desejo, se não bem direcionada, pode nos levar longe, mas para o lugar errado, gerando grande frustração e perdas material e imaterial.
Sim para maximizarmos as chances de sucesso de uma empreitada, é necessário desejar profundo como fonte de força motivadora, mas temos que desenvolver e adotar uma estratégia.

Dentre as componentes de uma estratégia que amplia a chance de sucesso de uma empreitada, três são chave:

• Suas principais diretrizes, ou fatores chave de sucesso- os caminhos principais a seguir que são percebidos como chave, de construção e pavimentação indispensáveis, tornados claros normalmente após um exercício competente de analise SWOT (forças, fraquezas, oportunidades e ameaças- do negócio, da organização, do indivíduo);

• Um padrão de escolha que gera ações especificas que refletem, seguem e concretizam as diretrizes, tornando-as vivas;

• As ações de suporte que preparem as pessoas envolvidas- liderança e a organização- para compreender e executar de maneira competente e engajada a estratégia, gerando direção, alinhamento e comprometimento, começando pela liderança.

Voltemos ao Monte Manitou. Para nossa grande alegria e satisfação interna, chegamos ao topo eu e o escocês. Os demais desistiram e voltaram rampa abaixo sem que tenham ultrapassado metade da jornada, o que comprova que só desejar muito não é suficiente.

Qual foi a estratégia?

Como descrito no artigo anterior (1), o terreno me era completamente desconhecido, com elementos aos quais não tinha a menor ideia de como o meu corpo reagiria, como a alta altitude de Colorado Springs (1859 m) e a segunda rampa que sobe como uma gigantesca escada a céu aberto- daí o nome “inclined” que a população local dá a ela-, em local de mais baixo nível de oxigenação.

Além disso, como o curso LS se encerraria as 12:00, e eu tinha que viajar para Greensboro- NC às 18:00- ou seja, uma janela de apenas 6 horas com almoço e tempos de deslocamento no meio-, as componentes de minhas diretrizes foram as seguintes:

• 1. Economia de tempo- cortar onde possível;

• 2. Conservação máxima de energia do corpo- gastar da maneira a mais racional, desacelerando para avançar mais rápido, sobretudo no “inclined” (slow dow to speed-up) (2);

• Foco no objetivo- chegar ao topo do monte evitando distrações

Se as diretrizes são direções e ou orientações chave indicando o caminho de sucesso, as ações específicas devem obedecer um padrão de escolha que lhes construam e pavimentem, guardando com elas intima conexão. Como exemplo, as minhas ações para cada diretriz foram:

• Diretriz 1:

– visitar o local para avaliar as dificuldades e minhas reais possibilidades de sucesso;

-Fazer um ensaio real inicial com medição de tempos e estimativa do numero de paradas para descanso.

• Diretriz 2:

– fazer quantas paradas o corpo pedir, fazendo-as antes de sentir esgotamento ou desconforto significativo pela sensação de falta de ar- muito mais frequente em altas altitudes;

-tomar água com frequência, antes da sensação de sede;

– entre as paradas, quando em movimento para este caso e contexto, seguir com o principio do “devagar e sempre”, adotando a técnica do ziguezaguear, que ameniza o esforço da subida vertical e tende a reduzir as paradas;

– respirar corretamente com inspirações profundas.

• Diretriz 3:

– imaginar-me frequentemente chegando ao topo;

– concentração do esforço nas pernas;

– não conversar enquanto em movimento

Como o objetivo aqui não é ensinar como subir com sucesso o Monte Manitou, e sim sobre estratégia e suas componentes principais que nos maximizam as chances de enfrentar com sucesso o nosso desafio estratégico, tendo a subida ao Monte Manitou apenas como metáfora, quero enfatizar que as diretrizes- chamadas nos negócios de “Drivers” ou fatores chave de sucesso, “key success factors”- mostram as direções e caminhos prioritários a seguir, e que as ações específicas- as estratégias de negocio, “business strategies”, geradas a partir de um padrão de escolha que respeita as diretrizes- as constroem e pavimentam.

Você esta investindo em tempo inicial de preparação de sua estratégia (slowing down to speed up), em assuntos da vida pessoal e profissional/organizacional, ou está se jogando impetuosa e inarticuladamente para frente mercê apenas de seu desejo profundo?

Entre Colorado Springs-CO e Greensboro- NC, de ônibus (47 horas), 24 a 26 de Julho de 2015

Joel Câmara
Diretor da CoaChange42.
Performance Executive Coach pela PCI- Performance Consultants International (London- UK) e Associate Certified Coach pelo ICF-International Coach Federation .
Foi Plant Manager das duas fábricas de aluminio da ALCOA no Brasil, e diretor industrial e presidente da Hydro Alunorte.
Escreveu o livro “Conduzindo a própria mudança”.

Notas: (1) ver artigo “Qual é o seu desafio estratégico?” de 23/07/15 neste blog; (2) expressão trazida por um dos professores do LS, que me impressionou bastante pelo poder que tem, e por frequentemente não receber atenção devida na vida profissional/organizacional e pessoal.

Participe interagindo com seus comentários no espaço abaixo

Responder


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.